O que é Higiene Ocupacional?

aspectos ergon√īmicos da NR-12
                                   Blog INBEP
  

  A higiene ocupacional √© a ci√™ncia respons√°vel por antecipar, reconhecer, avaliar e controlar os agentes ou processos produtivos utilizados que colocam em risco a sa√ļde e integridade do colaborador em seu ambiente de trabalho. Confira a fundo sobre higiene ocupacional.

Objetivo da Higiene Ocupacional

  A higiene ocupacional tem como objetivo prevenir, reconhecer, avaliar e controlar os riscos ocupacionais que podem ocasionar doen√ßas ocupacionais.

  Conforme √© descrito no objetivo, a higiene ocupacional √© dividida em quatro etapas, sendo elas:

A antecipação do risco;

  Essa fase tem como objetivo realizar a avalia√ß√£o de riscos potenciais e estabelecer medidas preventivas antes que um determinado processo industrial seja implementado ou modificado.

O reconhecimento do risco;

  √Č onde se d√° inicio a avalia√ß√£o qualitativa da identifica√ß√£o dos riscos ambientais que podem afetar a sa√ļde e integridade do colaborador. Nesta fase realiza-se um estudo sobre as mat√©rias-primas, produtos e subprodutos, m√©todos e procedimentos de rotina, processos produtivos, instala√ß√Ķes e equipamentos existentes.

A avaliação do risco;

  J√° esta √© onda h√° inicio da avalia√ß√£o quantitativa dos riscos, nesta fase leva-se em considera√ß√£o os limites de toler√Ęncia, estabelecidos pela norma regulamentadora 15.

  Limite de toler√Ęncia: ‚ÄúConcentra√ß√£o ou intensidade, m√°xima ou m√≠nima relacionada com a natureza e o tempo de exposi√ß√£o ao agente, que n√£o causar√° dano a sa√ļde do trabalhador durante sua vida laboral.‚ÄĚ

O controle do risco.

  Esta fase esta associada a minimiza√ß√£o ou elimina√ß√£o dos riscos, antecipados e reconhecidos e avaliados no ambiente de trabalho.

O que s√£o riscos ocupacionais?

  Riscos ocupacionais s√£o danos em potencial √° sa√ļde e integridade do colaborador classificados em: riscos f√≠sicos, qu√≠micos, biol√≥gicos, acidente e ergon√īmico.

Risco Físicos

  S√£o aqueles gerados por m√°quinas ou condi√ß√Ķes f√≠sicas do ambiente de trabalho.

  Ex: Ru√≠dos, Vibra√ß√Ķes, Radia√ß√Ķes Ionizantes, Radia√ß√Ķes N√£o Ionizantes, Frio, Calor, Press√Ķes Anormais, Umidade.

Risco Químicos

  S√£o eles provenientes de subst√Ęncias qu√≠micas em seu estado l√≠quido, solido ou gasoso. Quando absorvidos pelo organismo pode gerar rea√ß√Ķes t√≥xicas ao trabalhador.

  Ex: Poeiras, Fumos, N√©voas, Neblinas, Gases, Vapores Subst√Ęncias compostos ou produtos qu√≠micos em geral.

Riscos Biológicos

  S√£o eles causados por microrganismos capazes de causar doen√ßas devido a contamina√ß√£o e pela natureza do trabalho.

  Ex: V√≠rus, Bact√©rias, Protozo√°rios, Fungos, Parasitas e Bacilos.

Riscos Ergon√īmicos

  S√£o eles provenientes do mau uso das t√©cnicas de ergonomia a qual estabelece par√Ęmetros que permitem a adapta√ß√£o das condi√ß√Ķes de trabalho √†s caracter√≠sticas psicofisiol√≥gicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar um m√°ximo de conforto, seguran√ßa e desempenho eficiente.

  Ex: Esfor√ßo f√≠sico intenso, Levantamento e transporte manual de peso, Exig√™ncia de postura inadequada, Controle r√≠gido de produtividade, Imposi√ß√£o de ritmos excessivos Trabalhos em turno noturno, Jornada prolongada, Monotonia e  Repetitividade, Stress f√≠sico ou ps√≠quico‚Ķ

Riscos Mec√Ęnicos ou de Acidente

  Estes ocorrem em fun√ß√£o das condi√ß√Ķes f√≠sicas do ambiente (f√≠sico de trabalho) e tecnol√≥gicas impr√≥prias que coloca em risco a sa√ļde e integridade do trabalhador.

  Ex: Arranjo f√≠sico inadequado, M√°quina e Equipamentos sem prote√ß√£o Ferramentas inadequadas ou defeituosas, Ilumina√ß√£o inadequada Eletricidade, Probabilidade de inc√™ndio ou explos√£o, Armazena- mento inadequado, Animais Pe√ßonhentos, Outras situa√ß√Ķes de riscos que podem provocar acidentes‚Ķ

Texto e Imagem retirados do Blog INBEP.